Projetos aprovados na Alba incluem criação de cargos de desembargadores no TJ-BA » Rede Acontece
Últimas
22-10-2018 » Aprovação será difícil | Lua de mel com Bolsonaro será curta, diz presidente de consultoria de risco 22-10-2018 » Berço político de Cid e Ciro | Haddad se apoia em Camilo para tentar crescer no Ceará 22-10-2018 » Deputado eleito falou em 'fechar' STF | Fala de Eduardo Bolsonaro é golpista, diz Celso de Mello 22-10-2018 » Veja o que pode ser um diferencial | Andar alto, localização e condomínio com preço baixo valorizam o imóvel? 22-10-2018 » Show em SP | Shakira encerra jejum de sete anos e faz festa latina para 40 mil 22-10-2018 » Aventureiro da Honda | A partir de R$ 82.100, WR-V 2019 ganha itens, mas ainda deve controles 22-10-2018 » Cartão está disponível | Candidato já pode consultar local de prova no Enem; veja como 22-10-2018 » A moto e a moda | Maior modelo brasileiro virou piloto e sobreviveu a morte em Interlagos 22-10-2018 » Bola na rede | Palmeiras consolida liderança, e Fla goleia; veja os gols da rodada 22-10-2018 » Pico da Neblina | Série da HBO imagina como seria Brasil com maconha legalizada 22-10-2018 » 'Mecânico virtual' | Veja lista dos 10 carros que mais apresentam falhas, segundo app 22-10-2018 » Resumo do Brasileirão | Bastidores da rodada antecipam confronto entre Palmeiras e Fla 22-10-2018 » Dilema nas Forças Armadas | Prestígio com Bolsonaro agrada, mas também preocupa militares 22-10-2018 » Questionado por brasileira | Em Paris, Ciro Gomes diz que está 'muito cansado' e que o Brasil 'está doente' 22-10-2018 » Disputa em SP | Doria usa Bolsonaro, mas não atrai deputados do PSL da bancada da bala
Publicidade
13 de junho de 2018

Projetos aprovados na Alba incluem criação de cargos de desembargadores no TJ-BA

Foto Rede Acontece

Na tarde desta terça-feira (12), depois de muita negociação entre deputados de oposição, governo e o presidente Angelo Coronel (PSD), os deputados estaduais colocaram em votação e aprovaram nove projetos que estavam na Ordem do Dia da Casa.

Entre eles, está o projeto de Lei nº 22.860/2018, que cria cargos de desembargador, assessor de desembargador e assistente de gabinete no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Outras três matérias, nº 22.802/2018, nº 22.828/2018 e nº 22.837/2018, tratam, respectivamente, da criação de um Fundo Estadual de Segurança dos Magistrados (Funseg-BA); a extinção, transformação e criação de cargos comissionados no âmbito do poder judiciário; e mudanças na Lei 10.845/2007 e extinção de cargos de juiz substituto.

Projetos de origem do governo tiveram resistência da bancada de oposição em função do descumprimento no acordo para pagamento de emendas. Ajudou a destravar o imbróglio a aprovação de um projeto que atendia a uma demanda do deputado Luciano Simões (DEM) para doação de um terreno de 260 mil metros quadrados ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano no município de Governador Mangabeira.

Na pauta também estavam o projeto que “Autoriza a repactuação de dívidas oriundas de operações de crédito contratadas com o extinto Banco do Estado da Bahia S.A. – BANEB e cedidas ao Fundo de Desenvolvimento Social e Econômico – FUNDESE ou à Agência de Fomento do Estado da Bahia S.A. – DESENBAHIA” e o projeto que “Altera a Lei n° 8.966, de 22 de dezembro de 2003, que dispõe sobre o Plano de Carreiras e Vencimentos dos Servidores do Ministério Público do Estado da Bahia, e dá outras providências”.

A previsão é que os deputados saiam em recesso no dia 19 ou 26 de junho. Para tanto, eles precisam zerar a pauta e aprovar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que será tratada em uma reunião mista de comissões, na manhã desta quarta-feira (13), para aprovar a prévia orçamentária nos colegiado


VOLTAR