Quinze deputados baianos farão oposição a Bolsonaro na Câmara; maioria é do PT » Rede Acontece
Últimas
12-11-2018 » 'É um desastre absoluto' | Entrada de juízes e procuradores na política é negativa, diz historiador 12-11-2018 » Não precisa de BO nem documento | Lei do Minuto Seguinte: em caso de estupro, ela deve ser seguida à risca 12-11-2018 » Cuidado ou negligência? | Barrada pelo STF, educação de crianças em casa é defendida por pais 12-11-2018 » Deputado federal por SP | 'Se for necessário prender 100 mil, qual o problema?', diz Eduardo Bolsonaro 12-11-2018 » Líder do Brasileirão | Palmeiras usa lições de 2016 e caminha para o deca fugindo da pressão 12-11-2018 » Orçamento | Recuperar verba da ciência é desafio para Bolsonaro 12-11-2018 » São Paulo demite Aguirre | Troca de técnico gera discussão no SP; Raí defende Jardine 12-11-2018 » Futuro ministro de Bolsonaro | Moro será decisivo na escolha do PGR que vai suceder Dodge 12-11-2018 » Jogador assassinado no PR | Em áudio na manhã do crime, Daniel cita ausência de suspeito 12-11-2018 » Compra de caças da FAB | Juiz suspende depoimento de Palocci em ação contra Lula 12-11-2018 » Resistência em família | Para Iggor Cavalera, fã conservador não entende sua música 12-11-2018 » TAB - Match sob medida | Como as pessoas constroem o 'eu' para serem mais desejadas 12-11-2018 » Sarcasmo britânico | Divertida e eletrizante, Killing Eve é uma das melhores séries do ano 12-11-2018 » Bola na rede | Empates marcam rodada do Brasileirão; veja os gols do domingo 12-11-2018 » Preferência brasileira | Caoa Chery lança trinca de SUVs no Salão do Automóvel de SP 12-11-2018 » Bandeira integra o Escola sem Partido | Veto a discussão de gênero em escolas sofre derrotas na Justiça
Publicidade
3 de novembro de 2018

Quinze deputados baianos farão oposição a Bolsonaro na Câmara; maioria é do PT

Foto Reprodução

Levantamento feito pelo jornal Tribuna da Bahia mostra que, dos 39 deputados federais da Bahia, 15 já confirmaram que farão oposição ao governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), cujo mandato se iniciará no dia 1º de janeiro. Todos integram a base do governador reeleito Rui Costa (PT).

Os petistas Jorge Solla, Afonso Florence, Zé Neto, Caetano, Waldenor Pereira, Valmir Assunção, Josias Gomes e Nelson Pelegrino puxam a maioria dos que não marcharão com o capitão da reserva; seguidos por Alice Portugal e Daniel Almeida (PCdoB); Félix Mendonça Júnior e Alex Santana (PDT); Lídice da Mata e Marcelo Nilo (PSB); além do presidente do Podemos, Bacelar.

O PP, PR e PSD, por sua vez, ainda não marcaram terreno.

As legendas da base do prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, também não se manifestaram sobre um possível apoio ao futuro chefe do Palácio do Planalto


VOLTAR