Rede, de Marina Silva, tenta aliança com PROS para as eleições 2018 » Rede Acontece
Últimas
18-11-2018 » Aquecimento global | Ártico derrete 13% por década; Polo Norte pode não ter gelo no verão 18-11-2018 » Tecnologia de ponta | Navio e drones ajudaram a encontrar submarino argentino desaparecido 18-11-2018 » Maioria é de advogados | Em 6 meses, Lula recebe 572 visitas na sede da PF em Curitiba 18-11-2018 » Completa 25 anos | 'Somos vintage, nunca saímos de moda', diz grupo É o Tchan 18-11-2018 » Seleção brasileira | Indiscutível, Casemiro é 'problema' para Tite por não ter reserva 18-11-2018 » Sedã icônico | Estrela do Salão de SP, novo BMW Série 3 será vendido e feito no Brasil 18-11-2018 » Ex-SP foi assassinado | Caso Daniel e como o futebol age contra jogador 'todo-poderoso' 18-11-2018 » Ricardo Feltrin | Ruptura nem pensar: SBT fatura milhões ao ano com Claudia Leitte 18-11-2018 » Tentam manter relevância | Partidos derrotados buscam reinvenção após pleito polarizado 18-11-2018 » Contrapartida a aumento | Juízes querem que STF deixe para 2019 análise do fim do auxílio-moradia 18-11-2018 » Mais Brasileirão | Palmeiras enfrenta o Paraná para pôr mão na taça e passar rival 18-11-2018 » Bateu Vasco por 1 a 0 | Aliviado, Corinthians só pensa em 'terminar o ano com dignidade' 18-11-2018 » Localizado após 1 ano | Resgate de submarino poderia pôr em risco outras vidas, diz juíza 18-11-2018 » Programa federal | Não são só cubanos do Mais Médicos que não precisam fazer o Revalida; entenda 18-11-2018 » Vai chefiar Agricultura | Parceira da JBS, futura ministra deu incentivos fiscais à empresa em MS 18-11-2018 » Portões abrem às 12h | Unicamp tem 1ª fase hoje; veja o que levar e esperar da prova 18-11-2018 » Investimentos | Com fim da queda de preços, cenário é bom para comprar imóveis
Publicidade
28 de junho de 2018

Rede, de Marina Silva, tenta aliança com PROS para as eleições 2018

Foto Rede Acontece

Após sondar o PPS, a Rede procurou o PROS para fechar uma aliança em torno da candidatura da ex-ministra Marina Silva à Presidência da República. Marina está em busca de um vice de perfil mais político, para tentar aumentar o tempo de propaganda no rádio e na TV e o acesso a recursos do fundo eleitoral para a campanha das eleições 2018. Dirigentes da Rede tiveram reuniões com lideranças do PROS na semana passada. A ponte para essas conversas têm sido feita pelo ex-deputado Maurício Rands (PROS-PE), que em 2014 foi coordenador do programa de governo da chapa de Marina e Eduardo Campos (PSB), morto em acidente aéreo naquele ano. No PPS, a interlocução foi com o presidente nacional da legenda, deputado Roberto Freire (SP). Hoje, no entanto, o partido apoia a candidatura do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) ao Palácio do Planalto. Outro partido com quem a Rede também já conversou é o PHS. Caso Marina não consiga viabilizar uma aliança política, uma alternativa seria lançar uma chapa puro-sangue com o ex-presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello, que também é filiado à Rede. Mas, assim, o partido teria direito a apenas 8 segundos no horário eleitoral. A Rede não tem buscado alianças com partidos que dominaram o cenário de polarização das últimas eleições, como o PT e o PSDB, ou que estão atualmente no centro do poder, como MDB, e as legendas do chamado Centrão, entre eles DEM, PP, PR e PTB. Questionada sobre quem seria seu vice, Marina desconversou e disse que procura uma pessoa com um perfil “complementar” ao seu. “Alguém que seja programaticamente coerente com o que temos feito e que possa ser complementar”, afirmou.


VOLTAR