Sarampo: 21 milhões de crianças deixam de ser vacinadas todos os anos » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 21-05-2019 » A Dona do Pedaço | Opinião: Estreia fascina e constrange como as melhores novelas 21-05-2019 » Série da HBO | Fim de Game of Thrones deixa fãs tristes, bravos e ansiosos por mais 21-05-2019 » Reforma da Previdência | Bolsonaro muda o tom e diz que 'valoriza Parlamento' 21-05-2019 » Piloto austríaco | Morre aos 70 anos Niki Lauda, tricampeão mundial de Fórmula 1 21-05-2019 » Rui Costa, da Bahia | Mensalidade em universidade pública não deve ser tabu, diz governador do PT 21-05-2019 » Felipe Francischini (PSL-PR) | Presidente da CCJ da Câmara diz que reforma tributária será votada na quarta-feira 21-05-2019 » Em Barão de Cocais (MG) | Por temor de que trepidações afetem barragem, Vale paralisa trem de carga 21-05-2019 » 'Vocês estão cegos' | Janaina Paschoal diz que deixará bancada do PSL e questiona sanidade de Jair Bolsonaro 21-05-2019 » O dia nos esportes | Abel é alvo de protesto no Flamengo, e Liziero, do SP, tem lesão 21-05-2019 » Marca carioca nega | Loja Três é acusada de racismo, assédio moral e gordofobia 21-05-2019 » Em áudio de Bolsonaro | Chamado de 'inimigo', executivo da Globo vai a evento no Planalto 21-05-2019 » De Globo a Record | Frustradas com Jair Bolsonaro, redes de TV adiam novos projetos 21-05-2019 » Resumo da segunda | Fofoca entre Poderes, barragem ameaçada e mais notícias do dia 21-05-2019 » no Brasileirão | Vasco e Grêmio vão brigar para não cair? Blogueiros opinam 21-05-2019 » Nina Lemos | Namorado que não aceita fim pode te matar 21-05-2019 » Joyce | Onde estão nossas referências? 21-05-2019 » Jairo Bouer | Conhecer riscos não impede uso de anabolizantes 21-05-2019 » Sakamoto | Como governar em uma democracia? 21-05-2019 » Vilarinho | Noiva, veja cuidados para preparar a pele 21-05-2019 » Josias de Souza | E se uma bala perdida do capitão atingir Guedes?
Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
26 de abril de 2019

Sarampo: 21 milhões de crianças deixam de ser vacinadas todos os anos

Foto: Bruno Concha/Secom

Entre 2010 e 2017, 169 milhões de crianças em todo o mundo – média de 21 milhões anuais – não receberam a primeira dose da vacina contra o sarampo, alertou o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Para a entidade, o aumento no número de crianças não vacinadas abriu caminho para os surtos de sarampo que atualmente atingem vários países. A diretora-executiva do Unicef, Henrietta Fore, destacou que o vírus do sarampo sempre encontrará crianças não vacinadas e que é preciso vacinar todas elas, tanto em países ricos como em nações pobres. “A base para os surtos de sarampo que estamos testemunhando hoje pelo mundo foi estabelecida há anos”, lembrou. Dados do Unicef indicam que, nos primeiros três meses de 2019, mais de 110 mil casos de sarampo foram relatados em todo o mundo, um aumento de 300% em relação ao mesmo período do ano passado. A estimativa é que, em 2017, a doença tenha provocado a morte de 110 mil pessoas, a maior parte dessas crianças. Os números apontam um crescimento de 22% em relação ao ano anterior. De acordo com a entidade, fatores como a falta de acesso, sistemas de saúde pobres e, em alguns casos, o medo ou o ceticismo sobre vacinas fizeram com que a cobertura global da primeira dose da vacina contra o sarampo tenha ficado em 85% em 2017. A cobertura global da segunda dose é ainda mais baixa: 67%. A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que a cobertura seja de 95% para atingir a chamada imunidade em massa. Os Estados Unidos aparecem no topo da lista de países de alta renda que tiveram o maior número de crianças que não receberam a primeira dose da vacina entre 2010 e 2017 – mais de 2,5 milhões. Em seguida, estão França e Reino Unido, com mais de 600 mil e 500 mil crianças, respectivamente, não vacinadas durante o mesmo período. Nos países de renda baixa e média, a situação, segundo o Unicef, é crítica. Em 2017, a Nigéria teve o maior número de crianças com menos de 1 ano que ficaram sem a primeira dose da vacina contra o sarampo – foram quase 4 milhões de menores nessa situação. A Índia aparece em segunda posição, com 2,9 milhões de crianças, seguida pelo Paquistão e pela Indonésia, com 1,2 milhão cada. Ucrânia, Filipinas e Brasil foram os países que registraram maior crescimento no número de casos da doença entre 2017 e 2018. “O Unicef alerta que, no mundo, os níveis de cobertura da segunda dose da vacina contra o sarampo são ainda mais alarmantes. Dos 20 países com o maior número de crianças sem vacina em 2017, nove deles não introduziram a segunda dose,” destacou a entidade.


VOLTAR