Secretaria diz que Zé Ronaldo agiu sob ‘absoluta regularidade’ no caso em que virou réu » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 16-07-2019 » Cúpula na Argentina | Araújo chama Venezuela de pedra no caminho do Mercosul 16-07-2019 » Hospital e advogados | Justiça penhora salário de Luxa para pagar credores de Marcelinho 16-07-2019 » Tomou posse hoje | BNDES vai vender R$ 100 bi em fatias de empresas, diz presidente do banco 16-07-2019 » Não me perturbe | Em 12 horas, 240 mil consumidores bloqueiam ligações de telemarketing 16-07-2019 » Muitas opções... | Para onde Daniel Alves vai? Veja os possíveis destinos do lateral 16-07-2019 » A Divisão | Série do Globoplay parou tiroteio para ensaiar em morro no RJ 16-07-2019 » Registrou B.O. | 'Foi muito violento mesmo não sendo eu no vídeo', diz Paolla 16-07-2019 » Fique atento | Fraude pode causar cobrança indevida na sua aposentadoria 16-07-2019 » Vítima de crime | Brasileiro que fazia intercâmbio na China é encontrado morto 16-07-2019 » Quer voltar ao Barça | Neymar aceita viajar com PSG à China, mas insiste em saída 16-07-2019 » João P. Coutinho | Nem as histórias infantis escapam de hiperpolitização 16-07-2019 » Menon | Fluminense é sempre divertido; para os outros 16-07-2019 » Josias | Bolsonaro se aborrece com tom de Rodrigo Maia 16-07-2019 » Claudia Costin | Crianças merecem um presente e um futuro dignos 16-07-2019 » M. Cantuaria | Idealizar macho alfa não é tarefa para amadores 16-07-2019 » Ivan Marsiglia | O que striptease de Dallagnol tem a nos mostrar 16-07-2019 » Cláudia Collucci | Saúde pública deteriorada e sem recursos 16-07-2019 » Suzana H. Houzel | Por que é importante estudar doença rara? 16-07-2019 » Alvaro C. e Silva | Burle e os artistas que salvam a imagem do Brasil 16-07-2019 » Marcos Nogueira | A melhor pizza do mundo fica no Japão
Publicidade
17 de janeiro de 2019

Secretaria diz que Zé Ronaldo agiu sob ‘absoluta regularidade’ no caso em que virou réu

Foto Rede Acontece

Após Zé Ronaldo (DEM) virar réu por suspeita de burlar licitação de quase R$ 6,4 milhões quando era prefeito de Feira de Santana, a Secretaria de Saúde do município afirmou que o caso envolveu “absoluta regularidade” e que “apresentará toda a documentação necessária” para comprovar isso. Em nota, foi alegado que, ao tomar posse, Zé Ronaldo abriu processo licitatório para contratar um novo prestador, já que o vínculo com a Coopersade estava alcançando o tempo limite. “Respeitando orientação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), cuja recomendação é de que não sejam extrapolados os cinco anos de duração de um mesmo vínculo, o novo prefeito decidiu abrir processo licitatório, publicado no Diário Oficial da União, com o objetivo de contratar um novo prestador”, diz o texto. A Secretaria de Saúde de Feira explica que a licitação não foi efetivada por erros técnicos detectados. Diante da necessidade da revogação do processo, foi preciso abrir uma dispensa de licitação para contratação temporária e imediata. “A Secretaria Municipal de Saúde efetuou a regular tomada de preços, junto ao mercado, obtendo as seguintes propostas, de três empresas: R$ 9.880.60188; R$ 6.639.058,02 e R$ 6.379.495,62, esta última, menor preço apresentado, consagrada vencedora, cumprindo período de abril a outubro de 2013”.


VOLTAR