Segunda morte por H1N1 é confirmada na Bahia » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 21-07-2019 » Jogo de terça é em Mendoza | Palmeiras ficará em Buenos Aires após problema em voo e 10 horas dentro de avião 21-07-2019 » Caso Flordelis | 'Não pode acabar em pizza', diz filho de deputada sobre morte de pastor no RJ 21-07-2019 » Considerados políticos | Exército enquadra tuítes de militares da ativa 21-07-2019 » Novo vazamento de mensagens | Deltan receou comentar caso Flávio e questionou reação de Moro 21-07-2019 » Órgão atacado por Bolsonaro | Após acusação de publicação de dados desonestos, cientistas defendem o Inpe 21-07-2019 » Mentora da lei do feminicídio | 'Quando se tem uma ministra que crê que mulher é inferior, tudo pode acontecer' 21-07-2019 » Na GloboNews | José Roberto Burnier pede licença para se tratar de um câncer 21-07-2019 » De cobertura | Jogador do Fortaleza faz gol contra do meio de campo; assista 21-07-2019 » Agressão no Beira-Rio | STJD vai analisar imagens, e Inter pode ser punido 21-07-2019 » San Diego Comic-Con | Marvel lançará 10 produções até 2021; Portman será Thor 21-07-2019 » Após fala sobre nordestinos | Bolsonaro chama de 'melancia' general que o criticou 21-07-2019 » Ministério ainda não confirma | Em suposto áudio de caminhoneiros, ministro suspende tabela do frete 21-07-2019 » Samuel Pêssoa | Velha esquerda no país morrerá de morte morrida 21-07-2019 » Antônio Prata | Uma mesma palavra e tantos significados 21-07-2019 » Perrone | Hostilidade de palmeirenses não é normal 21-07-2019 » A. Pellegrino | Surfistinha é o pânico de homens como o presidente 21-07-2019 » Reinaldo Azevedo | Por qual crime Bolsonaro será deposto? 21-07-2019 » Diogo Schelp | Por que 'guerra' em Hong Kong continua? 21-07-2019 » Josias de Souza | Língua de Bolsonaro ganhou vida própria 21-07-2019 » Drauzio Varella | Fatalismo deve ser substituído por práticas saudáveis
Publicidade
4 de maio de 2019

Segunda morte por H1N1 é confirmada na Bahia

Foto: Pixarbay

Um menino de 3 anos foi a segunda vítima fatal da influenza H1N1 em Salvador neste ano. Após sete dias internado em um hospital da rede privada, a criança morreu em 27 de abril, e não havia sido vacinada. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) declarou que este caso mostra a importância da vacinação dos grupos prioritários, como era o caso da vítima. Em março, outro menino de 10 anos morreu após complicações do H1N1, e a SMS notificou 163 casos de síndrome respiratória aguda grave, que pode ser provocado por bactérias e vírus. Destes casos, dois tiveram resultado positivo para influenza B e dois para H1N1. Neste sábado (4), das 8h às 17h, ocorre o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza em Salvador. Idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, mulheres que tiveram um filho nos últimos 45 dias, trabalhadores de saúde e professores do serviço público e privado, portadores de doenças crônicas, policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas podem procurar os postos de saúde da rede municipal para receber a vacina.


VOLTAR