Sessão para votar afastamento de Dilma é confirmada para quarta » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 17-06-2019 » 'Estamos parados' | Daniel Filho critica governo e falta de apoio ao cinema: 'Brasil não é de idiotas' 17-06-2019 » Alíquota cairia de 16% para 4% | Bolsonaro: Governo estuda reduzir imposto para produtos de tecnologia 17-06-2019 » Deysi Cioccari | A eleição de Bolsonaro para além da facada 17-06-2019 » Julio Gomes | Estádios vazios na Copa América: alguém surpreso? 17-06-2019 » Stycer | Emissoras usam confusão entre ator e personagem 17-06-2019 » Schwartsman | Critérios errados de escolha levam a chefes ruins 17-06-2019 » Marcos Lisboa | Não se sabe como os vazamentos terminam 17-06-2019 » Michael Viriato | Lições do junho vermelho para investir em ações 17-06-2019 » Padiglione | Paródia de Moro compensa timidez editorial da Globo 17-06-2019 » Reinaldo Lopes | O que pode explicar o fim de povos amazônicos 17-06-2019 » Lei em Campo | Foi a NBA que permitiu time do Canadá nos EUA 17-06-2019 » Quicando | Todos queriam ser Adele conhecendo as Spice Girls 17-06-2019 » Angela Alonso | Só não viram deslizes os cegos de ódio pelo vilão 17-06-2019 » Coworking | Empresa faz ponte entre corporações e startups 17-06-2019 » Pediu demissão após fala de Bolsonaro | CPI do BNDES quer que Levy explique demissão e 'caixa preta' 17-06-2019 » Ato contra reforma em SP | 'Não agredi, não cuspi na cara, não desacatei policial', diz defensor preso 17-06-2019 » Segurança digital | Vazamento de dados cresce e já é 2º maior ataque digital ao governo federal 17-06-2019 » Assassinado em casa | 'São 55 filhos agora sem pai', diz deputada após morte do marido em Niterói (RJ) 17-06-2019 » Chico Xavier | Justiça nega ação para reconhecer suposto filho adotivo do médium 17-06-2019 » Para barrar nazistas | Linha Maginot: a mais poderosa e inútil fortificação da história
Publicidade
10 de maio de 2016

Sessão para votar afastamento de Dilma é confirmada para quarta

Foto: Conquista Acontece

Foto: Rede Acontece

Após um dia marcado por reviravoltas, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), confirmou nesta noite de segunda-feira, 9, que a sessão para votar o afastamento da presidente Dilma Rousseff começará na quarta-feira , 11, a partir das 9 horas. Ele anunciou que a partir das 15 horas abrirá o livro para que os senadores se inscrevam para falar a favor ou contra a instauração do processo contra a petista por crime de responsabilidade.Pelo calendário proposto por Renan, a sessão do afastamento de Dilma terá uma série de intervalos: começa às 9 horas e há uma pausa ao meio-dia; é retomada às 13 horas e uma nova paralisação às 18 horas; retorna às 19 horas para concluir os debates e começar a votação, que é aberta e deverá ser realizada por meio do painel eletrônico do plenário.”A expectativa é que tenhamos pelo menos a participação de 60 oradores”, disse Renan, estimando que a sessão pode durar até 10 horas. Ele e aliados querem concluir a votação ainda na quarta-feira. O presidente do Senado disse que vai se reunir nesta terça-feira 10, com os líderes partidários a fim de dirimir dúvidas. Entre elas, qual o prazo que haverá para a manifestação, se cinco ou dez minutos para cada um. A defesa de Dilma e o relator da admissibilidade na Comissão Especial do Impeachment, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), também têm direito a se manifestar.


VOLTAR