STF rejeita denúncia de tráfico de influência contra ministro do TCU » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 18-02-2020 » Para tentar ficar no país | Casal de brasileiros se alista na Marinha dos EUA 18-02-2020 » Órgão de ética pública | Sem apurar, Comissão da Presidência avalia arquivar caso de chefe da Secom 18-02-2020 » Presidente do Senado | Alcolumbre amplia plano de saúde a filhos de servidores do Senado para 33 anos 18-02-2020 » Coordenador da seleção | Conflito de interesse e ligação com Ituano: CBF analisa situação de Juninho 18-02-2020 » Risco de ataque terrorista | Familiares de ministros do STF sofrem ameaças 18-02-2020 » Presidente da Câmara | Investigações sobre Maia paradas há 6 meses devem ser revistas por Aras 18-02-2020 » Greve dos petroleiros | Oposição quer usar paralisação na Petrobras contra privatizações 18-02-2020 » Por incêndio em CT | Fla também tentou com Neto direito de resposta pedido a Faustão 18-02-2020 » App da Caixa | Trabalhador poderá transferir o dinheiro do FGTS por aplicativo 18-02-2020 » Repórter da Globo | Web se divide com pedido de desculpa de Galvão a Nadja Mauad 18-02-2020 » Nascar Cup Series | Acidente impressiona na Daytona 500; estado de piloto é grave 18-02-2020 » Mauricio Stycer | Após polêmica com Petrix, BBB incluiu tecnologia para 'VAR' 18-02-2020 » Deputada em SP | Janaína diz ser fiel ao Brasil: 'Não sou e nunca fui bolsonarista' 18-02-2020 » Por uso da imagem | 'Artesã dos três reais' processa marcas: "Vi até em motel" 18-02-2020 » Carro compacto | Mais bonito que HB20: Hyundai i20 aparece com um visual dinâmico 18-02-2020 » Liminar | Justiça determina remoção de vídeo contra Felipe Neto postado por deputado 18-02-2020 » Mais Carnaval | Aos 28 anos, Pâmella Gomes completa bodas de prata na Tom Maior 18-02-2020 » Liga dos Campeões | Neymar se irritou por ficar 18 dias sem jogar e volta para decidir 18-02-2020 » Carnaval | "Não é não", diz Pocah ao falar sobre assédio no Carnaval 18-02-2020 » Dado exclui capital | SP tem 1.412 obras de prefeituras e estado atrasadas ou paradas, diz TCE
Publicidade
11 de setembro de 2019

STF rejeita denúncia de tráfico de influência contra ministro do TCU

Foto: Jane de Araújo

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou nesta terça-feira (10), por 3 votos a 2, uma denúncia apresentada em outubro do ano passado contra o ministro Aroldo Cedraz, do Tribunal de Contas da União (TCU), acusado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de tráfico de influência junto com seu filho, o advogado Tiago Cedraz. Os ministros Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Celso de Mello votaram por rejeitar a denúncia contra o ministro do TCU, por falta de provas. Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte, e Cármen Lúcia votaram para abrir ação penal e afastar Aroldo do cargo. Segundo a Folha, a parte da acusação referente a Tiago e outros dois denunciados, que não têm foro especial no STF, será remetida à Justiça Federal em Brasília. Caberá, portanto, a um juiz da primeira instância decidir se recebe ou não a denúncia em relação aos três. Conforme a denúncia da PGR, Tiago solicitou a empresas que atuavam na construção da usina de Angra 3 pagamentos mensais de R$ 50 mil, de junho de 2012 a setembro de 2014, e um pagamento único de R$ 1 milhão, totalizando R$ 2,2 milhões, em troca de suposta ajuda em processos no TCU.


VOLTAR