Suposto hacker invade grupo do Conselho do Ministério Público » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 16-06-2019 » Schwartsman | Critérios errados de escolha levam a chefes ruins 16-06-2019 » Deysi Cioccari | A eleição de Bolsonaro para além da facada 16-06-2019 » Coworking | Empresa faz ponte entre corporações e startups 16-06-2019 » Tostão | Seleção não empolgou nem decepcionou 16-06-2019 » Angela Alonso | Só não viram deslizes os cegos de ódio pelo vilão 16-06-2019 » Reinaldo Lopes | O que pode explicar o fim de povos amazônicos 16-06-2019 » Padiglione | Paródia de Moro compensa timidez editorial da Globo 16-06-2019 » PVC | Copa América deixou uma coleção de lendas 16-06-2019 » Stycer | Emissoras usam confusão entre ator e personagem 16-06-2019 » Marcos Lisboa | Não se sabe como os vazamentos terminam 16-06-2019 » Fernanda | O totalitarismo iguala Hitler, Mao, Mussolini, Stálin 16-06-2019 » Antonio Prata | O maior caso de delírio coletivo da história humana 16-06-2019 » Pediu demissão após fala de Bolsonaro | CPI do BNDES quer que Levy explique demissão e 'caixa preta' 16-06-2019 » Mais Copa feminina | Após sofrer 17 gols, Tailândia marca e leva comissão às lágrimas 16-06-2019 » A cara do bebê real | Meghan e príncipe Harry mostram o rosto de Archie pela 1ª vez 16-06-2019 » Não deve ficar no PSG | Livre no mercado, Dani Alves avisa que 'não tem medo de desafios' 16-06-2019 » Caso Neymar | Novo advogado diz que Najila é vítima de 'fanáticos do futebol' 16-06-2019 » Delis Ortiz | Repórter da Globo dá uma Bíblia a Bolsonaro após café no Planalto 16-06-2019 » Mortos no Rio em abril | MPF apela a Dodge para investigar militares que fuzilaram músico e catador 16-06-2019 » Mais sobre vazamentos | 'Chat secreto' e envio de arquivos levaram MPF a adotar Telegram
Publicidade
13 de junho de 2019

Suposto hacker invade grupo do Conselho do Ministério Público

Foto Reprodução

Um suposto hacker invadiu na noite da última terça-feira (11) o grupo do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) no Telegram, informa a colunista Bela Megale, do Globo. Procuradores desconfiaram de mensagens enviadas pelo número do procurador militar Marcelo Weitzel. “Marcelo, essas mensagens são suas? Não está parecendo seu estilo. Checa teu celular aí”, escreveu um integrante do grupo. “Hacker aqui. Adiantando alguns assuntos que vocês terão de lidar na semana, nada contra vocês que estão aqui, mas ninguém melhor que eu para ter acesso a tudo né”, respondeu o autor das mensagens. Um dos integrantes do grupo telefonou, então, para Weitzel, que informou que não estava utilizando o celular quando as mensagens foram enviadas. Após o episódio, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, informou aos conselheiros que solicitou à Polícia Federal uma investigação sobre o ocorrido.


VOLTAR