Transportadoras multadas em greve dos caminhoneiros fazem apelo a ministro do STF » Rede Acontece
Últimas
18-01-2019 » Caso Daniel | Âncora acusado de fake news por família Brittes é chamado a depor 18-01-2019 » Questão de higiene | Tem problema ter lixo na pia ou aumenta risco de bactérias? 18-01-2019 » Jack estava internada | Ginasta brasileira que defendeu seleção morre aos 17 anos 18-01-2019 » Defensora dos animais | Luisa Mell: 'Pode ter mulher agredida onde tem bicho apanhando' 18-01-2019 » Acordo com pai dela | Felipe Neto pagará 'acompanhamento psicológico' a Melody 18-01-2019 » Exclusivo | Funcionária que disparou WhatsApp para Bolsonaro ganha cargo no Planalto 18-01-2019 » Investigação contra Queiroz | Ministro do STF afirma que pedido de Flávio foi 'confissão de culpa' 18-01-2019 » Ex-ministro de Temer | Bolsonaro escolhe general Silva e Luna para ser o diretor-geral de Itaipu 18-01-2019 » Medidas econômicas | Auxílio-reclusão e pensão por morte vão passar por pente-fino; entenda 18-01-2019 » Educação | Governo suspende nomeação de diretor para coordenar Enem 18-01-2019 » Relações com o país vizinho | Bolsonaro cita PT e diz que Brasil tem culpa em crise na Venezuela 18-01-2019 » Atacante do Santos | Fla encaminha acerto com Bruno Henrique por R$ 23 milhões 18-01-2019 » Copa São Paulo | SP bate Cruzeiro nos pênaltis e pega Guarani na semifinal 18-01-2019 » Ex-comandante do Exército | Símbolo de superação, Villas Bôas traz voz moderada ao Planalto 18-01-2019 » Para descobrir o que têm | Pessoas com doenças misteriosas buscam 'detetives' nos EUA 18-01-2019 » Salão de Detroit | Nissan revela que futuro Versa será 'surpreendente como o Kicks'
Publicidade
10 de agosto de 2018

Transportadoras multadas em greve dos caminhoneiros fazem apelo a ministro do STF

Foto Rede Acontece

As mais de 150 empresas multadas por bloquear estradas durante a greve dos caminhoneiros vão tentar convencer o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, a reaver a cobrança.

O grupo argumenta que os veículos pararam porque não havia outra alternativa – uma vez que as rodovias estavam fechadas –, mas que não incentivou ou participou do ato propriamente dito.

O magistrado já declinou dos pedidos de audiência dos representantes das empresas de transportes. Em vez de reuniões individuais, decidiu marcar audiência com todas as citadas, no dia 20 deste mês, para ouvir as alegações de uma vez.

Entre outros apelos, a categoria afirma que, quando somada a perda de cargas às multas, talvez tenham que fechar as portas.


VOLTAR