Trump se torna 1º presidente dos EUA a entrar na Coreia do Norte » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 23-09-2019 » Comissária da ONU | Bachelet diz que existem "muitas dúvidas" sobre processo contra Lula 23-09-2019 » Premiação da TV | Emmy coroa Game of Thrones como melhor série dramática 23-09-2019 » Marido foi assassinado | A TV, deputada Flordelis diz que foi vítima de tentativa de extorsão 23-09-2019 » 1 a 0 na 6ª rodada | Neymar supera pressão da torcida do Lyon e faz gol da vitória do PSG 23-09-2019 » Governador do Maranhão | UOL transmite hoje Roda Viva com Flávio Dino 23-09-2019 » Diversidade | Apesar da chuva, Parada LGBTI do Rio reúne multidão em Copacabana 23-09-2019 » Perrone | Falta mais preparo físico do que raça ao Corinthians 23-09-2019 » Antonio Prata | A verdade deixou o condomínio dos fatos há uns anos 23-09-2019 » Brasilianismo | Destruir Amazônia: crime contra humanidade 23-09-2019 » Felipe Santa Cruz | Vetos desfiguram a lei sobre abuso de autoridade 23-09-2019 » Julio Gomes | Odair merece críticas, mas não demissão 23-09-2019 » Fernanda Torres | Lenga-lenga dos burocratas que conspiram o poder 23-09-2019 » Marcos Lisboa | O investimento público como aspirina: de novo? 23-09-2019 » Mauricio Stycer | Há duas décadas estreava o Big Brother na Europa 23-09-2019 » Mauro Cezar | Vergonha: Flu e Cruzeiro na zona de rebaixamento 23-09-2019 » Elio Gaspari | Juiz Bretas retoma um costume da ditadura brasileira 23-09-2019 » Reinaldo Lopes | Fósseis ajudam a reconstruir som de crocodilo extinto 23-09-2019 » Ricardo Viveiros | Momento exige coragem; nem tudo está perdido 23-09-2019 » Tradição da Assembleia | FHC só abriu ONU uma vez; Lula perdeu duas; Bolsonaro estreia terça 23-09-2019 » Novo fenômeno | Olimpíada-2020 deve ter atletas de 11 anos no skate. É muito cedo?
Publicidade
1 de julho de 2019

Trump se torna 1º presidente dos EUA a entrar na Coreia do Norte

Foto: Reuters / Kevin Lamarque

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se tronou o 1º presidente americano a visitar a Coreia do Norte, no último domingo (30), ao se encontrar com o ditador Kim Jong-un na Zona Desmilitarizada que faz fronteira com a Coreia do Sul. Após um simbólico aperto de mãos, Trump entrou no país comunista, marcando o terceiro encontro entre os dois líderes, que tem o objetivo de fechar um acordo para que a Coreia do Norte desista de seu programa nuclear. Na última reunião, em fevereiro, no Viatnã, Trump e Kim deixaram a cúpula um dia antes do previsto, sem nenhum acordo. Segundo a Reuters, o encontro entre os dois foi marcado pela manifestação do desejo de paz, e comemorado por países aliados. Kim manifestou felicidade pela iniciativa do presidente norte-americano, afirmando tratar-se de um momento histórico. “Fico feliz em vê-lo de novo. Jamais esperava vê-lo neste lugar”, disse Kim. “Trata-se de um momento histórico que pretende pôr fim ao conflito na península”, afirmou o líder norte-coreano a jornalistas. Por sua vez, Donald Trump disse a Kim que se sentia orgulhoso por passar por cima da linha que divide as duas Coreias. “Eu fiquei orgulhoso de passar por cima da linha [que divide as duas Coreias]”, disse Trump a Kim. “É um grande dia para o mundo.” Trump caminhou ao lado do ditador norte-coreano por alguns minutos, em seguida voltaram ao lado sul e se reuniram com o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, quando tiveram uma breve conversa, depois foi a vez de Trump se reunir a portas fechadas com o ditador da Coreia do Norte. Eles ficaram 50 minutos em reunião. “Tivemos uma reunião muito, muito boa”, afirmou Trump depois da conversa. “Vamos ver o que pode acontecer”. Ficou decidido que um diplomata norte-americano, que atua como representante especial dos Estados Unidos para a Coreia do Norte, ficará responsável pela intermediação das negociações na questão nuclear.


VOLTAR