Turma do STJ decide por libertar Temer e coronel Lima » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 21-05-2019 » A Dona do Pedaço | Opinião: Estreia fascina e constrange como as melhores novelas 21-05-2019 » Série da HBO | Fim de Game of Thrones deixa fãs tristes, bravos e ansiosos por mais 21-05-2019 » Reforma da Previdência | Bolsonaro muda o tom e diz que 'valoriza Parlamento' 21-05-2019 » Piloto austríaco | Morre aos 70 anos Niki Lauda, tricampeão mundial de Fórmula 1 21-05-2019 » Rui Costa, da Bahia | Mensalidade em universidade pública não deve ser tabu, diz governador do PT 21-05-2019 » Felipe Francischini (PSL-PR) | Presidente da CCJ da Câmara diz que reforma tributária será votada na quarta-feira 21-05-2019 » Em Barão de Cocais (MG) | Por temor de que trepidações afetem barragem, Vale paralisa trem de carga 21-05-2019 » 'Vocês estão cegos' | Janaina Paschoal diz que deixará bancada do PSL e questiona sanidade de Jair Bolsonaro 21-05-2019 » O dia nos esportes | Abel é alvo de protesto no Flamengo, e Liziero, do SP, tem lesão 21-05-2019 » Marca carioca nega | Loja Três é acusada de racismo, assédio moral e gordofobia 21-05-2019 » Em áudio de Bolsonaro | Chamado de 'inimigo', executivo da Globo vai a evento no Planalto 21-05-2019 » De Globo a Record | Frustradas com Jair Bolsonaro, redes de TV adiam novos projetos 21-05-2019 » Resumo da segunda | Fofoca entre Poderes, barragem ameaçada e mais notícias do dia 21-05-2019 » no Brasileirão | Vasco e Grêmio vão brigar para não cair? Blogueiros opinam 21-05-2019 » Nina Lemos | Namorado que não aceita fim pode te matar 21-05-2019 » Joyce | Onde estão nossas referências? 21-05-2019 » Jairo Bouer | Conhecer riscos não impede uso de anabolizantes 21-05-2019 » Sakamoto | Como governar em uma democracia? 21-05-2019 » Vilarinho | Noiva, veja cuidados para preparar a pele 21-05-2019 » Josias de Souza | E se uma bala perdida do capitão atingir Guedes?
Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
14 de maio de 2019

Turma do STJ decide por libertar Temer e coronel Lima

Foto Reprodução

O ex-presidente Michel Temer (MDB) deixará a prisão. A decisão foi tomada hoje (14) pela Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça. Após o voto do relator pela liberdade do emedebista, a ministra Laurita Vaz também acompanhou a tese do habeas corpus do ex-morador do Palácio do Planalto e do seu amigo, o coronel Lima. Como a turma é composta por quatro membros, com dois votos a favor, Temer deve ser solto, uma vez que mesmo que os outros dois votos sejam contrários ao seu pedido, vale o in dubio pro reo – expressão latina que significa literalmente na dúvida, a favor do ré. “Não há razão concreta para se impor a prisão preventiva, uma vez que não há risco à ordem”, anotou Laurita. Antes, no entanto, a ministra disse que o Brasil precisa “ser passado à limpo”. “Entretanto essa luta não pode virar caça às bruxas com tochas nas mãos, buscando culpados sem os cuidados com os princípios. É dever do Judiciário garantir para todos os acusados o devido processo legal. Todo cidadão, tem a favor de si a presunção de inocência. O que lhes assegura o direito de responder ao processo em liberdade”. Temer é suspeito de liderar uma organização criminosa que, segundo o Ministério Público, teria negociado propina nas obras da usina nuclear de Angra 3, operada pela Eletronuclear. O ex-presidente é acusado de ter cometido os crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro. De acordo com a Exame, a Sexta Turma é considerada mais “garantista” e menos “linha dura” que a Quinta Turma do STJ, que manteve a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex do Guarujá, mas reduziu sua pena de 12 anos e 1 mês de prisão para 8 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão.


VOLTAR