Turma do STJ decide por libertar Temer e coronel Lima » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 07-08-2020 » Paola Machado | Como obesidade deixa o organismo mais propenso aos problemas da covid-19 07-08-2020 » Rede social | Trump assina ordem executiva que proibirá transações com TikTok em 45 dias 07-08-2020 » Assista ao doc no UOL | 'O Vampiro de Niterói': Fuga de vítima foi fator crucial para polícia achar serial killer 07-08-2020 » Liberdade de expressão | Veto de PayPal a Olavo de Carvalho é discriminatório, dizem especialistas 07-08-2020 » Opinão | STF tem chance histórica de mudar a política de segurança no Rio 07-08-2020 » Hoje, ao vivo no UOL | Pandemia no Brasil: UOL faz maratona de debates com médicos e ex-ministros 07-08-2020 » Reality da MTV | 'De Férias' termina com brigas, pedido de casamento e sexo 07-08-2020 » Conheça os detalhes | VW T-Cross 2021 ganha multimídia do Nivus e fica mais caro; veja os preços 07-08-2020 » Julio Gomes | Difícil ficar empolgado com a volta do Brasileiro 07-08-2020 » M. Goldenberg | 'Seja um homem de verdade!' 07-08-2020 » Mauricio Stycer | Reprises prometem o futuro para a Globo 07-08-2020 » Sérgio Rodrigues | Bateção de panela e de coração 07-08-2020 » Mauro Cezar | Dispostos a fazer público desgostar do futebol 07-08-2020 » Chico Alves | Lavajatistas deveriam encerrar lógica miliciana 07-08-2020 » Lúcia Guimarães | Trump é o mesmo; cobertura é que precisa mudar 07-08-2020 » Juca Kfouri | Corinthians e Palmeiras fizeram água 07-08-2020 » André Rocha | Triste versão de 'final não se joga, se ganha' 07-08-2020 » Cida Bento | Reforma tributária terá que enfrentar privilégios 07-08-2020 » B. Boghossian | Flávio se enrola cada vez que tenta explicar Queiroz 07-08-2020 » Djamila Ribeiro | Beyoncé acerta ao proporcionar onda de debates
Publicidade
14 de maio de 2019

Turma do STJ decide por libertar Temer e coronel Lima

Foto Reprodução

O ex-presidente Michel Temer (MDB) deixará a prisão. A decisão foi tomada hoje (14) pela Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça. Após o voto do relator pela liberdade do emedebista, a ministra Laurita Vaz também acompanhou a tese do habeas corpus do ex-morador do Palácio do Planalto e do seu amigo, o coronel Lima. Como a turma é composta por quatro membros, com dois votos a favor, Temer deve ser solto, uma vez que mesmo que os outros dois votos sejam contrários ao seu pedido, vale o in dubio pro reo – expressão latina que significa literalmente na dúvida, a favor do ré. “Não há razão concreta para se impor a prisão preventiva, uma vez que não há risco à ordem”, anotou Laurita. Antes, no entanto, a ministra disse que o Brasil precisa “ser passado à limpo”. “Entretanto essa luta não pode virar caça às bruxas com tochas nas mãos, buscando culpados sem os cuidados com os princípios. É dever do Judiciário garantir para todos os acusados o devido processo legal. Todo cidadão, tem a favor de si a presunção de inocência. O que lhes assegura o direito de responder ao processo em liberdade”. Temer é suspeito de liderar uma organização criminosa que, segundo o Ministério Público, teria negociado propina nas obras da usina nuclear de Angra 3, operada pela Eletronuclear. O ex-presidente é acusado de ter cometido os crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro. De acordo com a Exame, a Sexta Turma é considerada mais “garantista” e menos “linha dura” que a Quinta Turma do STJ, que manteve a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex do Guarujá, mas reduziu sua pena de 12 anos e 1 mês de prisão para 8 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão.


VOLTAR