Vaticano reabre acesso à escada onde Jesus teria subido antes da crucificação » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 29-02-2020 » Em Roraima | Deputado usa motosserra e quebra corrente que protegia terra indígena 29-02-2020 » 1ª morte em SP por sarampo no ano | Caso envolve uma criança da capital, segundo Secretaria Estadual de Saúde 29-02-2020 » Caso Daniel | Réus vão a júri, mas Cris Brittes se livra de acusação de homicídio 29-02-2020 » Moeda está cara | Você precisa comprar dólar? Confira dicas 29-02-2020 » Covid-19 | Bolsonaro entrega protagonismo contra coronavírus a ministro 29-02-2020 » Crise entre poderes | Maia e Alcolumbre não compraram briga com Bolsonaro para não impulsionar atos 29-02-2020 » Fim da picada | Pílula inteligente que substitui injeção tradicional passa por testes em humanos 29-02-2020 » Autoexilada | Marcia Tiburi diz em aula na Dinamarca que 'estão naturalizando o horror' no Brasil 29-02-2020 » Investigação no Congresso | Facebook diz que só repassa dados à CPMI das Fake News com ordem de juiz dos EUA 29-02-2020 » Eleições nos Estados Unidos | Primária na Carolina do Sul é chance de Joe Biden mostrar que segue competitivo 29-02-2020 » Expressão gerou debate | O que é apropriação cultural, tema que repercutiu no Carnaval 29-02-2020 » Ministra de Bolsonaro | 'É o momento de a igreja ocupar a nação', diz Damares Alves 29-02-2020 » Ministério do Meio Ambiente | Diplomata ficará a cargo de combate a mudanças climáticas, diz Salles 29-02-2020 » Adriano da Nóbrega | Ex-PM trabalhava para bicheiro quando foi 'herói' de Bolsonaro, diz depoimento 29-02-2020 » Nomes da TV em eleições | Janaina rejeita apoio a Huck ou Datena e vê direita em areia movediça em SP 29-02-2020 » Policiais rodoviários | Grupo de PMs de SP é suspeito de vender escolta para contrabandistas 29-02-2020 » Motim de policiais | Pressão de governadores faz Planalto manter ação do Exército no Ceará 29-02-2020 » Linchada em 2014 | Família de mulher morta após fake news perde ação 29-02-2020 » 'E o Zico?' | Edmundo questiona recorde de Gabigol no novo Maracanã 29-02-2020 » Ameaça mundial | Risco de covid-19 pode suspender Campeonato Inglês, diz jornal
Publicidade
15 de abril de 2019

Vaticano reabre acesso à escada onde Jesus teria subido antes da crucificação

Foto Reprodução

A tradição católica diz que Helena, mãe do Imperador Constantino, levou a “Scala Santa” [ Escada Santa] de Jerusalém para Roma no ano 326. Seus 28 degraus de mármore podem ser subidos pelos peregrinos que vão ao Vaticano, mas só se for de joelhos . Ela serva para lembrar aos fiéis os passos de Cristo até ao Pretório, onde foi julgado por Pôncio Pilatos e condenado à morte. Os primeiros testemunhos escritos deste local estão numa passagem no “Liber Pontificalis” do tempo de Sérgio II (844/847). Ainda segundo a tradição, é concedida o perdão total dos pecados a quem sobe de joelhos a Escada Santa, meditando sobre a Paixão de Cristo e rezando. Existem três cruzes de bronze nos locais onde o sangue de Jesus teria pingado enquanto ele subia a escada. O padre Francesco Guerra, reitor do Santuário da Escada Santa, disse ao site oficial do Vaticano que “o peregrino, no cansaço de subir, encontra-se com a dor que o próprio Jesus enfrentou na sua Paixão”. (Oculta do público por séculos). O mármore foi coberto cerca de 300 anos atrás por ordem do papa Inocêncio XIII que temia o desgaste dos degraus pelo contato com mãos e joelhos dos peregrinos. Em algumas partes há uma buracos com até 15 centímetros de profundidade. A abertura é temporária, com acesso somente até 9 de junho. A peça recentemente esteve em processo de restauração e o papa Francisco comemorou a reabertura: “Subindo de joelhos estes 28 degraus da Escada Santa, o peregrino no cansaço de subir, se encontra com a dor que o próprio Jesus enfrentou na sua paixão. E enquanto sobe, rezando, nestes degraus, a pessoa se sente em contato consigo mesma, ou seja, retornam à memoria as próprias dores ou os sofrimentos das pessoas que lhe são queridas. E Subindo, rezando e recordando a paixão de Jesus, eis que se mistura todo o sentido de quanto fez Cristo por nós: sofreu, morreu e ressuscitou pelo nosso amor”.


VOLTAR