Vendas de televisão tendem a crescer 5% no período da copa » Rede Acontece
Últimas
18-11-2018 » Submarino achado após 1 ano | "Quero que tragam meu filho para mim", diz pai de tripulante 18-11-2018 » Programa fica sem cubanos | O prejuízo bilionário da saída do Mais Médicos para Cuba 18-11-2018 » Sorteio deste sábado | Mega-Sena acumula pela 7ª vez, em R$ 43 milhões 18-11-2018 » Campanha à Presidência | Haddad declara gasto 15 vezes maior que Bolsonaro 18-11-2018 » Chico Barney | Opinião: Fãs precisam amadurecer e aceitar erros de Silvio Santos 18-11-2018 » Liga das Nações | Portugal segura empate, avança de fase e elimina Itália 18-11-2018 » Custa até R$ 4.000 | Salão traz som premium também para carros de entrada 18-11-2018 » Mais Brasileirão | Atlético-PR bate Vitória, ganha 1ª fora de casa e amplia crise do rival 18-11-2018 » Mauricio Stycer | Opinião: Posto de apresentador não pode ser cargo vitalício 18-11-2018 » Brasileirão | Corinthians vence e fica mais distante da zona de rebaixamento; veja o gol 18-11-2018 » Mistura caminhão, trator e picape | Bigfoot de UOL Carros é a "maior" atração do Salão de SP; veja por quê 18-11-2018 » 611 cidades com médico só de Cuba | Famílias que dependem de cubanos temem a rotina de 'órfãos da saúde' 18-11-2018 » Criticado dentro e fora do Itamaraty | Futuro chanceler diz que "ninguém quer substituir uma ideologia por outra" 18-11-2018 » Ela tinha 18 anos | Líder do Comando Vermelho é suspeito de matar mulher em prisão no Paraguai 18-11-2018 » Emissora vai recorrer | Justiça proibe Globo de noticiar inquérito sobre assassinato de Marielle Franco 18-11-2018 » Partido do presidente eleito | Bivar retoma presidência do PSL; filhos de Bolsonaro assumem cargos 18-11-2018 » Sem jornada fixa de trabalho | 1/3 das profissões já registram contratos intermitentes
Publicidade
4 de junho de 2018

Vendas de televisão tendem a crescer 5% no período da copa

Foto Rede Acontece

As datas sazonais aquecem o varejo durante o ano, e na Copa do Mundo não é diferente. Para impulsionar as vendas de TVs no período, por exemplo, muitas lojas e magazines criaram promoções e condições especiais e atraíram a atenção dos consumidores. Segundo Claudio Felisoni, presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (IBEVAR), a venda de TVs, motivada especificamente pela Copa, gira historicamente em torno de 5% do total. O especialista acredita que os fãs do futebol não são mais reféns do aparelho e podem optar por outros produtos como celulares, tablets e laptops. “Em campeonatos passados, o consumidor tinha que ter uma TV para assistir aos jogos, agora pode optar por outros aparelhos”, diz Felisoni. Entretanto, o professor explica que consumidores “novidadeiros” tendem a ceder e adquirir novos produtos com frequência, ainda mais em datas especiais, como na Copa. Já pessoas menos propensas a gastar com novidades, normalmente, esperam os preços diminuírem ou ficam de olho nas promoções.


VOLTAR