Vitória da Conquista: Borrifação é realizada pela Prefeitura para eliminar o mosquito Aedes aegypti » Rede Acontece
Últimas
18-01-2019 » Caso Daniel | Âncora acusado de fake news por família Brittes é chamado a depor 18-01-2019 » Questão de higiene | Tem problema ter lixo na pia ou aumenta risco de bactérias? 18-01-2019 » Jack estava internada | Ginasta brasileira que defendeu seleção morre aos 17 anos 18-01-2019 » Defensora dos animais | Luisa Mell: 'Pode ter mulher agredida onde tem bicho apanhando' 18-01-2019 » Acordo com pai dela | Felipe Neto pagará 'acompanhamento psicológico' a Melody 18-01-2019 » Exclusivo | Funcionária que disparou WhatsApp para Bolsonaro ganha cargo no Planalto 18-01-2019 » Investigação contra Queiroz | Ministro do STF afirma que pedido de Flávio foi 'confissão de culpa' 18-01-2019 » Ex-ministro de Temer | Bolsonaro escolhe general Silva e Luna para ser o diretor-geral de Itaipu 18-01-2019 » Medidas econômicas | Auxílio-reclusão e pensão por morte vão passar por pente-fino; entenda 18-01-2019 » Educação | Governo suspende nomeação de diretor para coordenar Enem 18-01-2019 » Relações com o país vizinho | Bolsonaro cita PT e diz que Brasil tem culpa em crise na Venezuela 18-01-2019 » Atacante do Santos | Fla encaminha acerto com Bruno Henrique por R$ 23 milhões 18-01-2019 » Copa São Paulo | SP bate Cruzeiro nos pênaltis e pega Guarani na semifinal 18-01-2019 » Ex-comandante do Exército | Símbolo de superação, Villas Bôas traz voz moderada ao Planalto 18-01-2019 » Para descobrir o que têm | Pessoas com doenças misteriosas buscam 'detetives' nos EUA 18-01-2019 » Salão de Detroit | Nissan revela que futuro Versa será 'surpreendente como o Kicks'
Publicidade
3 de fevereiro de 2016

Vitória da Conquista: Borrifação é realizada pela Prefeitura para eliminar o mosquito Aedes aegypti

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

As etapas de combate ao mosquito Aedes agypti envolvem o cuidado do poder público e da comunidade para evitar o acúmulo de água em vasilhames destampados, o levantamento do índice rápido de infestação (LIRAa), o tratamento e as orientações preventivas para eliminação das larvas e a borrifação para eliminar os mosquitos em áreas que existam casos notificados das doenças transmitidas pelo mosquito: dengue, Chikungunya e Zica. O Loteamento Santa Teresinha, por exemplo, foi uma das localidades recentemente beneficiadas com esses serviços. Após o tratamento de 100% das residências com o larvicida, cuja validade é de dois meses, e por conta das notificações de pessoas com suspeita de uma das três doenças, foi necessária a borrifação com inseticida para eliminar o mosquito em sua fase adulta. A ação foi realizada na tarde dessa terça-feira, 2. “Esta é uma etapa que só ocorre nos bairros que apresentam casos notificados, pois o inseticida acaba eliminando outros insetos.Mas reforçamos para a população que o ideal é que se elimine a larva, para não deixar o mosquito nascer e transmitir as doenças”, explica o supervisor da equipe de borrifação, Albino César Assis dos Anjos. E como bem reforça a campanha do Governo Federal, “não deixar o mosquito nascer, depende de todos nós”. A dona de casa Edilene Alves dos Santos, 40, mãe de David – que ainda não completou um ano de idade –, mora no loteamento há menos de um ano. Ela se preocupa com a proliferação do mosquito e das doenças tanto que fica em alerta. “Meu filho teve febre esta semana, levei no posto e, felizmente, era só seu dentinho nascendo”, lembra a dona de casa, ao receber os agentes em sua casa. “Eles passaram aqui, fizeram o tratamento e agora todos na casa estão tendo cuidado com água parada para não criarmos o mosquito”, assegura. Números das doenças – Até o dia 30 de janeiro, terça-feira, foram notificados 484 casos suspeitos para dengue, 12 para Zica e 1 para Chinkungunya. Todas as notificações aguardam resultado.


VOLTAR