Wagner comenta impeachment e diz que ‘impopularidade não é crime’ » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 21-05-2019 » A Dona do Pedaço | Opinião: Estreia fascina e constrange como as melhores novelas 21-05-2019 » Série da HBO | Fim de Game of Thrones deixa fãs tristes, bravos e ansiosos por mais 21-05-2019 » Reforma da Previdência | Bolsonaro muda o tom e diz que 'valoriza Parlamento' 21-05-2019 » Piloto austríaco | Morre aos 70 anos Niki Lauda, tricampeão mundial de Fórmula 1 21-05-2019 » Rui Costa, da Bahia | Mensalidade em universidade pública não deve ser tabu, diz governador do PT 21-05-2019 » Felipe Francischini (PSL-PR) | Presidente da CCJ da Câmara diz que reforma tributária será votada na quarta-feira 21-05-2019 » Em Barão de Cocais (MG) | Por temor de que trepidações afetem barragem, Vale paralisa trem de carga 21-05-2019 » 'Vocês estão cegos' | Janaina Paschoal diz que deixará bancada do PSL e questiona sanidade de Jair Bolsonaro 21-05-2019 » O dia nos esportes | Abel é alvo de protesto no Flamengo, e Liziero, do SP, tem lesão 21-05-2019 » Marca carioca nega | Loja Três é acusada de racismo, assédio moral e gordofobia 21-05-2019 » Em áudio de Bolsonaro | Chamado de 'inimigo', executivo da Globo vai a evento no Planalto 21-05-2019 » De Globo a Record | Frustradas com Jair Bolsonaro, redes de TV adiam novos projetos 21-05-2019 » Resumo da segunda | Fofoca entre Poderes, barragem ameaçada e mais notícias do dia 21-05-2019 » no Brasileirão | Vasco e Grêmio vão brigar para não cair? Blogueiros opinam 21-05-2019 » Nina Lemos | Namorado que não aceita fim pode te matar 21-05-2019 » Joyce | Onde estão nossas referências? 21-05-2019 » Jairo Bouer | Conhecer riscos não impede uso de anabolizantes 21-05-2019 » Sakamoto | Como governar em uma democracia? 21-05-2019 » Vilarinho | Noiva, veja cuidados para preparar a pele 21-05-2019 » Josias de Souza | E se uma bala perdida do capitão atingir Guedes?
Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
29 de dezembro de 2015

Wagner comenta impeachment e diz que ‘impopularidade não é crime’

Foto: Conquista Acontece

Foto: Conquista Acontece

O ministro da Casa Civil e ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT) comentou o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e afirmou que as recentes conquistas do governo no Supremo Tribunal Federal (STF) dão força para a superação da crise. “Fundamentalmente, na área jurídica, o governo melhorou por causa do STF. Isso tudo foi uma reflexão dentro do governo. Nas questões principais, nós vencemos: o Senado teve supremacia e o Supremo deu a dimensão que o processo precisa. O processo é tão grave que não pode ser tratado de forma corriqueira e banal. O STF acabou com a banalização e com a tentativa de uso [político] do impeachment. Eu participo de um governo que não está num bom momento. Eu sei das dificuldades, mas impopularidade não é crime. É problema, é defeito, é algo que pode ser sanado. Nós temos que melhorar a gestão da política, do emprego. É claro que a decisão do Supremo foi um trabalho de juristas, dos nossos aliados. Não dá para tratar o impedimento como o tapetão de uma disputa eleitoral”, declarou. O petista criticou ainda a posição do presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).De acordo com Wagner, a situação de Cunha se complica a cada dia com o anúncio de novas manobras para tentar retirar a presidente do poder e escapar do julgamento do Conselho de Ética e do Supremo Tribunal Federal, que podem resultar na sua cassação. “O futuro de Eduardo Cunha está na mão do Conselho de Ética, e não na minha mão e na da presidente. Quero elogiar o trabalho de José Carlos Araújo (PSD-BA) [presidente do Conselho], que foi ameaçado. Hoje, Cunha está em um dos seus piores momentos, porque muita gente não está mais rezando na cartilha dele. Ele tentou derrubar a a reunião do Conselho de Ética e não conseguiu. Ele está tomando ‘zig now’, porque a situação dele é pública e ruim”, disse.


VOLTAR